Por que os clareamentos dentários devem ser feitos antes da reabilitação oral?

Dentes mais brancos e saudáveis é um desejo da maioria dos pacientes. Durante um tratamento dentário completo (reabilitação oral), pode surgir a necessidade de realizar coroas, implantes dentários, restaurações e próteses, facetas de porcelana ou lentes de contato. Mas nem sempre o paciente deseja realizar um clareamento dentário naquele momento pois devem haver necessidades funcionais mais importantes como cáries ou ausência de dentes. Porém é necessário tomar a decisão de realizar o clareamento dental ANTES do tratamento completo.

Na verdade todos os materiais das próteses dentárias e restaurações devem ter suas cores escolhidas em harmonia com os demais dentes naquele exato momento.

Se o clareamento dentário for deixado para depois da reabilitação oral, os dentes naturais do paciente irão clarear enquanto que os dentes tratados não irão pois os materiais dentários(porcelana, zircônia e resina) não clareiam sob efeitos do gel clareador. Neste caso os dentes tratados ficarão com manchas ou escuros quando comparados aos dentes clareados.

O material utilizado no gel clareador (peróxido de carbamida ou peróxido de hidrogênio) não tem influência neste fenômeno, nem se a técnica de branqueamento dental for a laser ou caseira. Fonte: Blog Implart.

Dicas para manter os dentes brancos com frutas!

Dicas para um sorriso sempre bonito

  1. A higiene é o primeiro passo. Lavar os dentes, utilizando uma escova de dureza média e uma pasta dentífrica branqueadora, depois de cada refeição e antes de ir para a cama é essencial. Todavia, antes deste procedimento há outro não menos importante: passar o fio dental.
  2. As comidas mais ácidas fazem com que os dentes fiquem mais susceptíveis a manchas. Por exemplo, sabia que o vinho branco mancha mais os dentes que o vinho tinto? É a alta acidez no vinho branco que torna os dentes mais susceptíveis a manchas de chá, café ou qualquer outra coisa que você coma ou beba e que tenha cor, ao mesmo tempo que bebe o vinho branco.  Também os molhos são verdadeiros inimigos dos dentes brancos. Ketchup, mostarda, molho de soja e todo o tipo de bagas são alimentos que acabam por manchar os dentes. O ácido corrói o esmalte dos dentes, causando manchas ásperas e sulcos que os deixam vulneráveis ​​às manchas da comida e bebida mais colorida. Espere pelo menos 30 minutos para escovar.
  3. Escovar os dentes imediatamente após comer ou beber alimentos ácidos não é recomendado. O esmalte do dente já foi enfraquecido devido ao ácido e açúcar e escovar pode acabar por corroer o esmalte ainda mais, aumentando o problema.
  4. Alguns alimentos como maçãs, aipo ou cenouras contribuem para a remoção de depósitos sobre os dentes porque aumentam a produção de saliva.
  5. Se você fuma, as manchas acastanhadas causadas pela nicotina podem ser difíceis de eliminar, uma vez que estas penetram noesmalte. Neste caso, branqueamento por um dentista pode ser a melhor solução.
  6. Os morangos são um dos maiores segredos caseiros para tornar os dentes mais brancos. O ácido málico dos morangos atua como um adstringente para remover a descoloração da superfície e ajudar a branquear os dentes.
  7. Para evitar o amarelecimento dos dentes, os dentistas recomendam escovar regularmente os dentes, pelo menos durante três minutos, após cada refeição (três vezes ao dia).
  8. Finalmente, há que fazer visitas periódicas (duas vezes por ano) ao dentista para efectuar limpezas aos dentes e aferir acerca da necessidade de um retoque no branqueamento, sobretudo se se é grande consumidor dos “inimigos” mais declarados. Fonte: mundodabeleza.net

Clareamento dental: Cada boca uma sentença!

Olhando para as estrelas de cinema sonhamos com sorrisos brilhantes. Sem dúvida, dentes brancos atraem a atenção e fazem você se sentir mais confiante em si mesma e bonita. No entanto, o que é preciso para deixar os dentes totalmente brancos? Qual o preço que se paga por isso?

Dentistas não escondem que o branqueamento de dentes terá um efeito sobre a saúde de seus dentes. Obviamente, nem todo dentista vai lhe dizer a verdade e sua escolha é a renda do dentista…

Todo mundo tem uma esmalte diferente. A cor do nosso esmalte é predeterminado por nossos genes. Pode ser branco, cinza ou com tons de amarelo. Portanto, não importa o quanto você tente fazer o seu sorriso ser branco, com o tempo ele vai voltar à sua cor natural e pode até mesmo tornar-se mais escuro. A explicação é simples: no processo de branqueamento, seu esmalte se torna mais fino e microfissuras podem aparecer e brilho natural ser menos visível. Conseqüentemente, seu esmalte se torna mais suscetível aos efeitos do café, chá, cigarros, etc.

Métodos modernos de clareamento dos dentes tem um efeito mais suave, porém todos os preparados de clareamento contêm peróxidos de elementos diferentes, que são estranhos ao ambiente natural de sua boca.

Se você ainda quer correr o risco, não seja demasiadamente otimista. Ninguém vai prometer que seus dentes se tornam idealmente brancos. Às vezes, a cor muda só um pouco.

Se você tem cárie ou seus dentes são muito sensíveis, você tem boas razões para não fazer qualquer branqueamento porque o procedimento fará com que seus problemas piorem. Você também deve saber que dentes postiços ou sem canal, se você tiver um, não vão embranquecer. Se você tiver obturações em seus dentes da frente, terá que alterá-los para que correspondam à cor dos seus dentes.

Quanto tempo vai ficar o seu sorriso branco e brilhante após o procedimento? Isso depende das peculiaridades de seu esmalte, mas pode-se esperar que o resultado será visível por cerca de três anos. Com o tempo, seus dentes voltam à sua cor natural. Se você passar por um segundo processo de clareamento, o efeito não vai durar tanto tempo.

Quanto ao creme clareador dental, ele não irá produzir o efeito de dentes brancos. Eles podem limpar os seus dentes de alimentos e depósitos de bebidas, que fará o esmalte parecer um pouco mais branco, mas é algo temporário. Cigarros, café e chá vão tornar seus dentes mais escuros. Problemas com a saúde também podem afetar a cor dos seus dentes. A primeira coisa que você deve fazer é decidir ter uma alimentação saudável, com mais vitaminas e higiene dental apropriada. Fonte: diretorio de artigos

Na Clinica Ceiop você conta com os métodos e procedimentos mais modernos em clareamento dental existentes. Buscamos promover a estética dental da maneira menos agressiva possível para que, através do tratamento, obtenha-se maior durabilidade do branqueamento e menor agressão ao esmalte dos seus dentes. Marque já a sua consulta. A primeira avaliação é gratuita!

CEIOP

Rua Albert Sabin, 1293 /Bairro Belo Horizonte /Campo Grande MS

Fone: (67) 3331.5226


Quanto tempo dura o clareamento?

A longevidade dos dentes branqueados depende de sua dieta e estilo de vida. Se você comer alimentos altamente coloridos, terá que refazer o tratamento com mais frequência.

Em geral, para que o clareamento dos dentes dure por um longo tempo, você vai precisar fazer algumas sessões de manutenção do clareamento regularmente.

Se o seu dentista usou moldes individuais para o clareamento, talvez você necessite tirar os moldes de sua boca por dois dias seguidos, a cada 6 meses ou mais. Mas lembre-se, o processo de clareamento, muitas vezes pode danificar o esmalte do dente e enfraquecê-lo.

O ponto principal é que se você tiver bons hábitos de higiene bucal, escovar os dentes com creme dental branqueador, e evitar alimentos que mancham os dentes, a manutenção será mais fácil.

A idade também influencia o quanto os seus dentes ficarão brancos. Pessoas mais velhas têm mais dificuldade do que as mais jovens. Infelizmente, a idade afeta todo o corpo, incluindo os seus dentes! Fonte: Eitza

Tira dúvidas sobre clareamento dentário…Fique por dentro!!!

Aproveitando que o assunto é clareamento dentário e estética bucal, encontramos essa esclarecedora sessão de perguntas e respostas sobre o tema, respondida por vários profissionais da área, que com certeza vai ajudar você a entender melhor todo o processo dos tratamentos relacionados ao tema em um tira dúvidas bem interessante e informativo. Confira e fique por dentro!

O clareamento a laser trata dentes manchados?

O clareamento dental a laser é indicado tanto para dentes escurecidos de maneira uniforme quanto para aquelas pessoas que tem pequenas manchas. Feito no consultório, o tratamento usa um gel à base de peróxido de hidrogênio, que quando penetra no esmalte e na camada externa do dente (conhecida como dentina) libera oxigênio e quebra as moléculas de pigmentação responsáveis pelo escurecimento. O cirurgião-dentista Mario Groisman, da Academia Brasileira de Odontologia, explica que, após fazer o isolamento absoluto da região, o gel é aplicado sobre os dentes e fotoestimulado por meio de led ou laser, gerando o clareando. O tratamento custa em média 900 reais é feito em duas a três sessões com cerca de uma hora de duração cada.

Posso fazer clareamento em casa sem consultar um dentista?

 De acordo com o odontologista, o clareamento dental doméstico usa um gel clareador de baixa potência, que o paciente aplica por meio de uma moldeira de silicone feita em laboratório. “Neste molde, o paciente aplica o gel clareador e o deixa na boca durante o tempo determinado pelo dentista, podendo inclusive dormir com ele”, explica. Por ser um gel de baixa potência, é indicado para os casos menos severos de escurecimento e, se houver necessidade, os tratamentos a laser e em casa podem ser feitos simultaneamente. O tratamento dura entre 10 e 30 dias, só podendo ser feito com recomendação de um profissional especializado.

O clareamento altera a cor de restaurações e dentes postiços?

O tipo de gel utilizado atua somente sobre a estrutura dentária, portanto porcelanas e outras restaurações irão manter o mesmo tom. “Caso ocorra alguma diferença de tonalidade após o tratamento, as restaurações devem ser trocadas para conseguir uma estética adequada”, explica o odontologista José Bernardes, de Belo Horizonte.

Como é feita a escovação durante o tratamento?

O paciente deve escovar os dentes com menos frequência durante o tratamento. Mario explica que a pessoa que faz clareamento pode escovar os dentes normalmente, desde que a pasta não contenha corantes, pois os dentes estão mais sujeitos à manchas durante o tratamento.

O dente clareado pode escurecer novamente?

Segundo o cirurgião-dentista Mario Groisman, os dentes clareados escurecem naturalmente com o passar do tempo, mas dificilmente voltarão à cor inicial. “Com passar da idade os dentes tornam-se mais escuros, sendo recomendadas novas sessões de clareamento”, afirma.

A pessoa que clareia os dentes pode fumar?

 Durante o tratamento e nas 48 horas posteriores os dentes estão mais sujeitos a manchas, por isso o fumo deve ser evitado. “A pessoa pode voltar aos hábitos costumeiros após esse período, porém o clareamento durará menos tempo e ela terá que fazer mais sessões se quiser manter os dentes brancos”, afirma Oscar Barreiros.

É necessário fazer mudanças na alimentação?

A ingestão de alimentos com muito pigmento ou corantes – como refrigerante, balas, vinho e café – pode escurecer os dentes mais rapidamente, exigindo manutenção. José Bernardes aconselha evitar esses alimentos durante o tratamento e até uma semana pós-clareamento. “Depois disso o paciente poderá voltar a comê-los, correndo o risco de ter os dentes escurecidos mais rapidamente, havendo a necessidade de renovar o tratamento”, explica.

Mulheres grávidas podem fazer o tratamento?

Segundo os especialistas, tanto o tratamento caseiro quanto o a laser possuem substâncias oxidantes, que podem afetar as células e tecidos, prejudicando o bebê em desenvolvimento. Como ainda são necessários mais estudos para comprovar se o clareamento faz mal ou não ao bebê, a contraindicação para gestantes e para mulheres que estão amamentando permanece.

A partir de qual faixa etária já é possível clarear os dentes? 

 A odontologista Lílian Meneguetti, da clínica Dental Solution, declara que crianças abaixo dos 10 anos não podem fazer clareamento dental, pois sua estrutura dentária ainda é muito sensível, além das chances de haver dentes de leite.

O clareamento deixa os dentes fracos?

 Os especialistas afirmam que se o tratamento for feito de forma adequada não há qualquer chance de os dentes ficarem enfraquecidos. “O clareamento não prejudica a estrutura dental, portanto não há perda de resistência”, conta Oscar.

Quem faz clareamento pode ficar com os dentes sensíveis?

Em alguns casos os dentes podem ficar sensíveis durante o tratamento, mas o sintoma pode ser controlado com o uso de produtos a base de flúor, por exemplo. “A maioria dos produtos clareadores já têm, incorporados na sua fórmula, agentes que atuam para evitar o problema”, diz José. Fonte: expressonoticias.com

Procure a CEIOP e faça sua consulta. Seus dentes dizem muito sobre você, portanto cuide bem deles !!! A aparência dentária vale o seu sorriso e sua auto estima !!! CEIOP. Um novo conceito em odontologia. Rua Albert Sabin, 1293 – Campo Grande, MS – (67) 3331.5226

Estética e Clareamento Dental

O clareamento dental já alcançou grande popularidade na sociedade brasileira, graças a valorização do indivíduo perante a estética. Atualmente as técnicas de clareamento apresentam maior segurança, menores custos, menor sensibilidade dental e sem dúvida melhor domínio das técnicas pelo profissional cirurgião-dentista. Faça uma consulta. CEIOP e surpreenda-se. CEIOP. Um novo conceito em odontologia. Rua Albert Sabin, 1293 – Campo Grande, MS – (67) 3331.5226

Clareamento dental CEIOP

O clareamento dental já alcançou grande popularidade na sociedade brasileira, graças a valorização do indivíduo perante a estética.

Atualmente as técnicas de clareamento apresentam maior segurança, menores custos, menor sensibilidade dental e sem dúvida melhor domínio das técnicas pelo profissional cirurgião-dentista.

Existem atualmente duas formas de abordagem, a técnica conhecida como Clareamento de consultório ou Profissional e a outra chamada Caseira Supervisionada.

Na técnica profissional, o procedimento é realizado no consultório, com isolamento do campo operatório e proteção gengival, é utilizado peróxidos de maiores concentrações e é indicada quando encontram-se manchas localizadas ou se quer um resultado rápido.

A técnica caseira é monitorada por um profissional e realizada pelo paciente fora do consultório, utilizando peróxidos menos concentrados, mas por mais tempo.

Faça uma consulta CEIOP e surpreenda-se.

CEIOP. Um novo conceito em odontologia.

Verdades e mentiras sobre clareamento dentário

São muitos os mitos que giram em torno do clareamento dos dentes. Ao contrário do que muitos pensam, não é necessário esperar que os dentes estejam manchados ou escuros demais para optar por um tratamento de clareamento. “O clareamento é recomendado para todo paciente insatisfeito com a cor de seus dentes.”, explica o Dr. José Carlos Garófalo, cirurgião dentista e sócio da Garófalo Associados Odontologia.

Eficácia – Existem vários tipos de tratamento para clarear os dentes, porém, em alguns casos, as manchas podem ser removidas somente com profilaxia. De qualquer maneira, a alteração da cor do dente só se consegue com clareamento.

Não existem tratamentos mais ou menos eficazes. Na verdade todos os tipos de clareamento seguem o mesmo princípio: a ação de um gel (peróxido de hidrogênio ou carbamida) em diferentes concentrações, que libera oxigênio, e este altera a cor do dente.

Método – O gel não é abrasivo nem enfraquece os dentes. Quanto maior a sua concentração, mais rápido pode ser o clareamento. Concentrações acima de 20% só podem ser feitas em consultório. O gel nessas concentrações queima as mucosas e necessita cuidados especiais.

Existe também o clareamento caseiro feito com gel de 3,5 a 20% e moldeiras de silicone. Para apresentar resultados, o tratamento caseiro demora 15 dias e o uso do gel e da moldeira varia de 1 a 6 horas por dia. Os tratamentos feitos em consultório exigem pelo menos 2 sessões de cerca de 1h30 a 2 horas e o gel é ativado por uma fonte de luz (LED, Laser ou associação dos dois).

Não existe tratamento em sessão única. É só estratégia de marketing.
Resultado – O resultado é subjetivo. Cada paciente responde ao tratamento de forma diferente. Não é possível prever ou afirmar quantos tons o dente vai clarear. Depende da resposta biológica de cada um. O efeito do tratamento dura de 2 a 3 anos. Na literatura, 43% dos casos ficam estáveis por mais de 5 anos.

Alimentação – Recomenda-se evitar alimentos pigmentados durante o tratamento. No tratamento caseiro é melhor esperar pelo menos duas horas de intervalo para ingerir alimentos como café e refrigerante, por exemplo, para dar tempo de o dente hidratar.

Preço – Um tratamento caseiro custa de R$500,00 a R$1000,00. Em consultório o preço varia de R$1200,00 a R$2500,00. O preço varia de acordo com o local e nível do consultório além do aparelho utilizado para ativação dos géis. Esses aparelhos variam de R$1000,00 a US$14 mil.

Câncer – O maior de todos os mitos é o fato dos peróxidos serem potencializadores de tumores. Na verdade são, porém em concentração acima de 50%. Utilizamos 35% e sem contato nenhum com tecidos moles ou mucosas. Não há relatos de problemas sistêmicos associados a tratamentos clareadores. Fonte Saúde News Journal.

Clareamento Dental

clareamento-dental-ceiop

No clareamento caseiro, a maior parte do tratamento é realizada pelo próprio paciente, o qual utiliza o agente químico dentro de uma moldeira adaptável aos dentes. Estes materiais são fornecidos pelo cirurgião-dentista, que irá supervisionar o tratamento através de visitas periódicas do paciente ao consultório.

No clareamento realizado no consultório, o dentista irá aplicar sobre os dentes um agente químico oxidante bem mais potente. Durante a aplicação, a gengiva, lábios e bochechas são protegidos de forma que o clareador não provoque queimaduras. Sobre o clareador é aplicada uma fonte de energia ativadora que pode ser luz halógena ou determinados tipos de laser que irão promover uma intensificação do clareamento. Dessa forma, o clareamento é realizado em apenas uma sessão.

Estética Dental

web-banner-ceiop

Nos dias de hoje, a busca pela estética é um fator de muita influência sobre o comportamento das pessoas.

Seja nos grandes centros urbanos ou nas pequenas cidades, é cada vez mais comum observar-se academias e clínicas de estética cada vez mais lotadas. Dentro deste contexto, é natural que a odontologia esteja preparada para atender aos anseios estéticos da população em geral. Técnicas restauradoras e protéticas mais modernas visam, além da reabilitação da função mastigatória, a recuperação do fator estético. Dentro desta perspectiva, o clareamento dental se torna um importante instrumento a fim de proporcionar a satisfação do paciente em seu tratamento. O clareamento dental visa a recuperação da cor original dos dentes, perdida em algum momento durante a vida em decorrência de vários fatores. Serve também simplesmente para promover um branqueamento dos dentes originalmente mais escurecidos. A utilização de agentes clareadores nos dentes já ultrapassa um século, e com o desenvolvimento de novos materiais, tem se mostrado um meio cada vez mais eficaz e seguro de se obter uma estética dental satisfatória.